Alpenprojekt

[ 2011 - 2013 ]


Os vídeos Alpenprojekt I e II registram a ação de recortar o desenho da silhueta das montanhas in situ, diante da paisagem. As silhuetas recortadas remontam tanto à uma tradição européia de retratos do século XVIII. Esse trabalho faz parte da série Alpenprojekt, que teve início com o trabalho Oblivion.

Os dois vídeos Alpenprojekt tratam de um intento deliberado de apreender a paisagem em uma linha simplificada e em dimensões reduzidas, num gesto de redução do lugar. A ação é decorrente de uma necessidade de estar presente na paisagem, e do esforço de abarcar o que não é passível de ser controlado.

Alpenprojekt II (still de vídeo, 20013)

Alpenprojekt teve início com uma pesquisa relacionada à região do sul da Alemanha, sendo relacionada a suas paisagens. A representação da paisagem foi então percebida como uma memória histórica de fatos esquecidos ou intencionalmente perdidos.

A série de trabalhos Trilogia das Montanhas está relacionada à questão da memória e da história, sendo dividida em três partes: Alpenprojekt, baseada na paisagem alpina; Beckton Alps, relacionado à uma montanha artificial construída em Londres; e a terceira parte está relacionada às montanhas artificiais construídas na Alemanha com ruínas do período do pós-guerra.

Cada parte da trilogia é composta de uma série de trabalhos. O projeto se desenvolveu a partir de paisagem onde a noção do Romantismo alemão é presente, se desenvolvendo em direção ao período da pós-industrialização na Inglaterra, e  por fim estando relacionado com a reconstrução da natureza a partir de uma alteração na topografia da Alemanha no período do pós-guerra. Em Trilogia das Montanhas a oposição entre o natural e o artificial é central, afirmando uma situação antes complementar do que de contrários.​

ALPENPROJEKT II  _ Vídeo / 22:47min. (2013)

ALPENPROJEKT I  _ Vídeo / 05:45min. (2011-12)

Trabalhos relacionados (Alpenprojekt):