Mapa-múndi: Frações de Espaço

2020

Em Mapa-Múndi: frações de espaço desenhos de continentes e ilhas recortados em material flexível (poliestireno macio) são dispostos de forma linear: suspensos lado a lado, em uma ordenação geométrica que se diferencia da representação utilizada nos mapas. “Frações de espaço” remete ao espaço geográfico como um processo que está em constante transformação.
O trabalho faz parte da série dos “Mapas-moles”, na qual a cartografia e suas estruturas são repensadas a partir de um princípio de fluidez e desconstrução de uma ordem estabelecida. Os mapas enquanto formas de representação de espaços e também de construção narrativas diversas (políticas, históricas, sociais, etc.) são elementos recorrentes na pesquisa poética de Marina. Experimentações com a materialidade da cartografia através do uso de recortes em borracha, tecidos e materiais flexíveis fazem parte de suas pesquisas recentes sobre estruturas fluidas de representação de espaços.

Mapa-Múndi: frações de espaço (2020). Recortes em PVC macio | 800 x 250 cm (aproximadamente)